MPLA EM LUANDA: Bento Kangamba de costas viradas às orientações de Bento Bento

Partilhe

O Coordenador do Grupo de Acompanhamento do MPLA no Município de Cacuaco, Bento Kangamba, está há dois meses que deixou de participar de forma activa nas actividades do seu partido. Em causa está o mal clima político no Comitê Provincial dos Camaradas.


Por Isidro Kangandjo

 

Bento Kangamba lhe foi depositado a confiança de assegurar o município de Cacuaco por gozar de simpatia no seio de muitos jovens. Depois da nomeação de Bento Bento ao cargo do Primeiro Secretário do MPLA, tem sido visível o afastamento passivo do genro do antigo Presidente da República José Eduardo dos Santos e tudo mostra que o mesmo está de costas viradas às orientações de BB.

Na rotatividade que Bento Bento efectuou nos municípios, Distritos e Comunas que constitui a província de Luanda para auscultar as bases militantes, durante o seu trabalho no município mais ao norte de Luanda, Cacuaco, Bento Kangamba, apesar de ser o Coordenador do Grupo de Acompanhamento do município, participou apenas duas vezes, uma atitude que deixou preocupado os membros do Comitê Municipal do Partido.

Na actividade realizada no último sábado, 21, os militantes notaram, mais uma vez, ausência do seu coordenador por razões até aqui não esclarecida. “Nunca vimos Bento Kangamba enquanto coordenador do nosso município a faltar nas actividades. Durante muitos anos sempre participou na organização, traçamos os planos da actividade juntos e, no dia do evento ele sempre está presente. Mas durante esse ano notamos a sua ausência”, disse um dos membros do Comitê Municipal do Partido.

ANTÓNIO JOÃO “CADI” ESCLARECE E ATACA JORNALISTA

 

Para o cruzamento da informação dos dados acima referidos, o Factos Diários contactou nessa manhã, 24 de Agosto, António João “Cadi”, Primeiro Secretário do MPLA no município de Cacuaco. Na primeira chamada o político pediu que só poderia falar se fosse revelado os nomes dos membros do seu partido que teriam falado ao Factos e, de imediato, desligou o telefone.

Na segunda chamada, embora não ter terminado a conversa pela sua livre vontade, António João reconheceu que Bento Kangamba acompanhou actividade de sábado, talvez só ele mesmo terá visto. “A presença não tem que ser  sempre física. Ele esteve presente e você é que não viu. Pra ti, quem está presente é ficar na tribuna e falar?”, questiona.

António João Cadi/ Primeiro Secretário do MPLA em Cacuaco

Quanto ausência de Bento Kangamba nas várias actividades que Bento Bento vem realizando no Município de Cacuaco, o representante do MPLA no município, fez saber que “nós temos uma maneira de ser, estar e de actuação no partido. Você me diz quais são esses membros, eu vou lhes chamar e vamos conversar tete-a-tete porque se você não me diz isso, me está a mentir. Deixa de falar com especulações, o momento já não é para isso, os angolanos estão atentos. Ainda que você tem objectivos inconfessos pra alcançar nessa conversa que estamos a ter, deixa de ser coraleiro, fala claro”, disse o político.

 

Depois de ter dito isto, colocamos outras questões, infelizmente António João Cadi já não respondia. Desligamos a chamada, voltamos a ligar infelizmente negou atender e até o fecho da reportagem o político nem de quer retomou a chamada.

POR QUE RAZÃO ANTÓNIO JOÃO CADI RESPONDEU DESSA MANEIRA? VOCÊ VAI SABER NA PRÓXIMA EDIÇÃO.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »