Dois “Agnelos” procurados pelos activistas e militantes da UNITA

Partilhe

Nuno Agnelo, Jornalista da TV Zimbo e Agnelo Bernardo, Jornalista da Televisão Pública de Angola, estão sendo caçados por activistas de intervenção social e outros militantes da UNITA pertencentes à JURA.


Por Amélia Rosa

De acordo com os dados recolhidos pela equipa do Factos Diários, apontam que os dois jornalistas têm vindo a fazer uma dupla na cobertura da apresentação de novos militantes vindos da UNITA para ingressarem ou apresentarem o descontentamento sobre o maior partido na oposição e do seu líder Adalberto Costa Júnior.

Os jovens que se sentem frustrados com as reportagens dos dois grandes jornalistas de TV, deixam o recado que o dia que os jornalistas forem escalados numa actividade da UNITA sobretudo na campanha eleitoral, serão apedrejados para servir como exemplo de outros jornalistas dos órgãos públicos e de órgãos privados com apoio do Estado.

Os descontentes, entendem que só haverá a liberdade de imprensa e um tratamento igual o dia que os jornalistas deixarem de atender os interesses dos políticos e dos seus feches de redação para denegrir os adversários políticos.

O jurista Victor dos Santos Nzunzi, fez saber ao Factos Diários que os descontentes não devem pagar o mal com agressão e a concretização dessa acção poderá manchar o bom nome da UNITA. “Os jornalistas são subordinados por um chefe e cada um vai apenas cumprir a pauta, por isso, ele não deve pagar os erros dos outros. Os jornalistas vão onde há factos e se não querem que reportem, o melhor é mesmo deixar que nada acontece porque, se a moda pegar, qualquer outro partido poderá procurar um jornalista de um órgão qualquer para ser apedrejado”, disse.

PUBLICIDADE NO FACTOS DIÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »