ANGOAUSTRAL suspende contracto de 35 trabalhadores

Partilhe

Trinta e cinco trabalhadores da empresa Angoaustral viram essa semana os seus contractos suspensos e poderão ficar em casa por um período não superior de cinco meses. A informação foi avançada pela coordenadora dos Recursos Humanos da empresa, Drª. Suzana Marques quando falava ao Factos Diários.


Por Isidro Kangandjo

Sem o levantamento da cerca sanitária na capital do país, a empresa que se encarrega transportar os Luandinos, não poderá respirar em condições, por essas razões, foram forçados a tomar essa decisão por culpa da situação actual que assola o país.

“Nós dependemos da produção e a nossa produção actual é de 50%, dentro das dificuldades que a empresa vem encontrado, tivemos que tomar algumas medidas radicais, mas esperamos que a situação de calamidade seja ultrapassada o máximo possível porque estamos preocupados com o bem-estar dos trabalhadores quer das famílias que dependem deles”, disse.

As actividades interprovinciais foram paralisadas no dia 27 de Março do ano em curso por culpa da Covid-19, segundo a coordenadora do RH, várias despesas da empresa eram cobridas pelas viagens de longo curso e o encerrado das vias veio ainda mais piorar a situação.

Suzana Marques, disse que a empresa cumpriu todos os pressupostos legais e a suspensão de contratado dos funcionários é do conhecimento da Inspeção geral do Trabalho e do MAPTSS. “A decisão não foi fácil de ser tomada, mas é necessária, queremos tranquilizar a opinião pública que um trabalhador suspenso ainda tem vínculo laboral com AngoAustral, ele apenas está suspenso por um período não superior a cinco meses”, tranquilizou.

A empresa controla mais de 545 trabalhadores, neste universo, 35 funcionários ficarão sem salário por um período não superior de cinco meses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »