UNITA factura mais de dois mil milhões de Kwanzas

Partilhe

Uma fonte ligada às finanças do maior partido na oposição, UNITA, revelou ao Portal Factos Diários essa semana do mês de Setembro que o partido tem um rendimento trimestral acima de dois mil milhões de Kwanzas.


A fonte revela que os 728 Comissários da CNE representados nas províncias e municípios do país, são descontados 40 mil Kwanzas dos seus salários e os representantes provinciais são cinquenta mil. O cálculo feito pela redação do Factos Diários, rondam oitenta e nove milhões quinhentos e vinte mil Kwanzas (89.520.000).

  • Os 51 deputados alcançados nas eleições de 2017 sob liderança de Dr. Isaías Samakuva, são descontados mensalmente 10% do salário base (500 mil kwanzas) equivalente a 50 mil Kwanzas e trimestralmente têm um acumulativo de Sete milhões seiscentos e cinquenta mil Kwanzas (7.650.000).

Quantos os valores dos pensionistas do partido UNITA, a fonte não detalhou porque, segundo conta, as contribuições dependem do grau militar e os valores rondam entre 20 mil a 60 mil Kwanzas num universo de mais de 20 mil pensionistas a nível do país. “Não consigo aqui avançar precisamente o valor real, mas a contribuição dos mesmos variam entre 400 milhões de Kwanzas mensalmente porque há muitos que não pagam as suas quotas”, disse.

Os pensionistas estão maioritariamente nas províncias do Huambo, Bié e Moxico. O exemplo está na beleza dos secretariados províncias e municipais que envergonham inclusive a sede de Luanda quer também a sede presidencial da UNITA localizada na Maianga, Luanda.

A UNITA também um bolo trimestral vindo do OGE de 450 milhões de Kwanzas. Apesar de receberem esse dinheiro, o sol não brilha nos secretariados municipais e distritais. Alguns comités encontram-se em estado de abandono, sem manutenção dos mesmos e os secretários muito deles trabalham sem serem remunerados.

Eng. Adalberto C. Junior Presidente da UNITA

Um dos deputados do ciclo nacional, entende que a transparência é uma luta que deve ser exercitada internamente para que os valores tenham destinos certos para o engrandecimento do partido.

Na campanha do 13º congresso da UNITA, General Abílio Kamalata Numa, disse à imprensa que os secretários Provinciais e Municipais precisam de serem apoiados com viatura, salários dignos e uma vida aceitável igual dos representantes do partido Maioritário.

Kamalata Numa, disse na altura que o partido tem meios para dar condições aos seus representantes.

General Kamalata Numa

“Os nossos comités é uma vergonha precisamos de melhorar a imagem dos comités e dos seus dirigentes. Se nós sairmos vencedores nesse congresso, apoiaremos também os filhos dos antigos guerrilheiros da UNITA esses sentem-se abandonados e é preciso recompensar porque os seus pais deram a sua vida na UNITA e no país, esses trabalharam sem serem remunerados, por isso, achamos nós que os filhos devem ser recompensados”, disse Numa em 2019.

Tudo indica que as declarações e garantias do General Numa, tiveram sentido, se olharmos atentamente nos valores que são arrecadados trimestralmente. O que preocupa os militantes é o destino desse dinheiro uma vez que muitos secretariados carecem de manutenção.

2 thoughts on “UNITA factura mais de dois mil milhões de Kwanzas

  1. A UNITA não depende de nenhuma financiamento interno ou externo para a sua sobrevivência Política, as contribuições feitas servem para o exercício das actividades Políticas, compra de Material de escritório, aluguer de boa parte dos comitês, porque até ao momento ainda sofremos bloqueios na compra de espaços ou patrimônio próprio. Portanto, nós trabalhamos em nome de uma causa e não de coisas… Todos os militantes não caberiam neste pequeno orçamento pelo qual se faz referência, porém temos tido subsídios em tempo útil, para fazer face as nossas necessidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Translate »