Silêncio da UNITA preocupa Funcionários da despertar que estão a três meses sem salários

Partilhe

Trabalhadores da comercial Despertar, emissora ligada ao maior partido na oposição, UNITA, encontram-se desde o mês de Outubro sem conhecer a cor dos seus ordenados , como consequência, todos poderão passar a quadra festiva com a fome. A informação foi avançada hoje, 18, por funcionários da RD.


Por Redação do FD

José Magalhães Kafeca, jornalista que pediu a sua desvinculação na Despertar, pediu aos deputados da bancada parlamentar da UNITA para contribuírem com 100 mil kwanzas de forma a pagar os funcionários da RD que não recebem a três meses os seus ordenados.

“Não têm estado a defender direitos humanos, salários em tempo e hora, bem familiar, democracia, verdade financeira entre outros pontos ou é tudo mentira? Vocês são pecadores exigem justeza quando nem verdadeiros são com as vossas mentes. Assim o repórter vai comer o tripé ou microfone?”, Questiona José Magalhães.

Já o radialista que domina audiência todos os sábados na 91.0, Rádio Despertar, desabafou dizendo “Vamos só esperar os problemas dos outros para agente reportar e os nossos deixar para Deus fazer algum milagre”, lamentou.

A maior preocupação dos profissionais daquela rádio é o silêncio da direção que, apesar de terem conhecimento, nunca reagiram de forma a encontrar soluções. Os funcionários que muito deles vivem na casa de renda, correm o risco de serem expulsos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »