PIIM financia construção de escolas em Pungo-A-Ndongo e Matete

Partilhe

Duas escolas do Iº Ciclo, com sete salas de aula cada, estão a ser construídas desde hoje, sábado, 08 de Agosto, no sector de Matete e na comuna de Pungo-A-Ndongo, município de Cacuso, província de Malanje, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

Por Afonso Eduardo

Com capacidade para 630 alunos em dois turnos cada, as escolas vão ter, entre outras valências, campo multiuso, biblioteca, sala de informática e serão concluídas em sete meses.

A escola de Matete está orçada em 150 milhões e 332 mil kwanzas e tem como empreiteiro a empresa Manuqui Limitada, ao passo que a de Pungo-A-Ndongo, avaliada em 150 milhões e 164 mil kwanzas, está a cargo da Organização FADS.

As duas empreitadas geraram 67 postos de trabalho directos.

No acto de consignação das obras, o governador provincial, Norberto dos Santos, disse que os empreendimentos vão contribuir no aumento da oferta educativa na região e conferir maior qualidade no processo de ensino e aprendizagem.

Por sua vez, o soba de Cacuso, José de Barros, enalteceu os projectos, porquanto, vão permitir que as crianças deixem de assistir aulas em condições precárias.

Actualmente, o sector de Matete dispõe de apenas duas salas de aula, enquanto a comuna de Pungo-A-Ndongo conta com 10, que se encontram em condições precárias.

Com o arranque destas duas obras, eleva para seis o número de projectos em curso no município de Cacuso no âmbito do PIIM, incluindo dois hospitais dos tipos A e B e duas escolas do primeiro ciclo, em construção na sede municipal e na comuna do Lombe.

De lembrar que o município de Cacuso dista a 75 quilómetros da cidade de Malanje e tem uma população estimada em 101 mil habitantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »