Oficial de Contra Inteligência quer apresentar a JLO nome de Generais que materializam golpe via veneno

Partilhe

Trata-se de Cláudio Abílio Vidal, oficial dos Serviços de Contra Inteligência há mais de 27 anos. Em uma conversa exclusiva ao Factos Diários, realizada hoje, 08, conta que depois de ter concluído uma investigação que dava conta de uma campanha de envenenamento de várias figuras públicas incluindo o Presidente Lourenço, a sua vida já não é a mesma.


Por Isidro Kangandjo

Em Julho de 2021, o homem dos Serviços de Inteligência do Estado, Cláudio Vidal, preparava as provas para levar ao Palácio Presidencial, porém, ficou surpreendido por elementos antes não identificados e sofreu o rapto onde perdeu várias provas como imagens, vídeos e áudios.

Levado a revelia na esquadra do Km-9A no dia 7 de Julho do ano passado sob processo 8082/21, depois de ser comprovado a sua inocência, no dia 27 de Dezembro teve a sua liberdade, de um tempo a esta parte, toda a sua família encontra-se foragida com o medo de serem assassinados.

SAIBA TUDO AQUI

Segundo o denunciante, Generais, antigos Ministros, governadores e militantes do MPLA descontentes com as políticas de combate à corrupção, onde as vítimas tem sido antigos dirigentes, estão há dois anos a efectuar um plano para matar o Presidente da República, Procurador Geral da República, Juízes dos Tribunais e membros das Forças Armadas Angolanas por via do envenenamento.

Vidal, não aceitou revelar os nomes por questão de segurança, mas promete levar pessoalmente outro dossiê ao Presidente da República no sentido de salvar vidas de figuras ligadas ao combate à corrupção e evitar assim o golpe do Estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »