“Nomeação de Manuel Fernandes não golpeia os estatutos da CASA-CE” Rafael Aguiar

Partilhe

Desde o surgimento da CASA-CE em Abril de 2012, a Coligação foi dirigida por independentes até em que o Presidente do PALMA, economista de formação, professor e Deputado à Assembleia Nacional, Manuel Fernandes veio quebrar esta doutrina que durou 09 anos. Apesar desta mudança, Secretário Executivo Nacional da CASA-CE professor Rafael Aguiar, disse ao Factos Diários que nomeação do terceiro presidente da Coligação não fere os estatutos da terceira força política.


Por Isidro Kangandjo

“Não há nenhum artigo dos estatutos que proíbe a nomeação do presidente dos partidos coligados para mais tarde liderar a coligação. Dr. Manuel Fernandes foi eleito por via de um acto legal realizado de forma pacífica, serena e com elevado sentido patriótico dos membros do Colégio Presidencial, nos termos do Acórdão 497/18 do Tribunal Constitucional da República de Angola”, disse.

Rafael Aguiar, espera que com o novo presidente da CASA-CE, a coligação seja a conquista do poder, mais próxima dos cidadãos para os próximos desafios. Aguiar informou igualmente que o Presidente eleito será apresentado publicamente na abertura do ano político na província do Huambo prevista para o dia 26 do presente mês.

Eduardo Garcia, Secretário Nacional da Juventude Patriótica Angolana (JPA), braço juvenil da CASA-CE, considerou a saída de “Miau” à presidência como um choque numa altura em que se avisizinham os grandes desafios, por outro lado, é apologista que a Coligação precisava de uma nova energia que se adequa com a realidade política angolana e internacional para alcançar os objectivos traçados na coligação.

“Felicitamos o novo presidente para os desafios que agora assume e, esperamos que faça, dentro daquilo que era as preocupações dos militantes do topo à base sobretudo dos eleitorados para que em 2022 possamos ter os resultados que esperamos”, disse o líder juvenil da CASA-CE.

O Factos Diários ligou insistentemente à líder da Mulher Patriótica Angolana, Anatilde Freire e esta não atendeu e nem retomou as chamadas.

Manuel Fernandes é o terceiro presidente da coligação, depois de Abel Chivukuvuku, um dos fundadores, e André Mendes de Carvalho “Miau”, quem, segundo André, “está está connosco e não há crise”.

Manuel Fernandes de 49 anos de idade, nasceu no Quitexe no dia 08 de Fevereiro de 1972, província do Uíge, economista de formação, Professor, Presidente do PALMA e Deputado à Assembleia Nacional, através do contexto político, o Uígense saiu da sua terra natal para Luanda instalado no Cazenga. Desde muito cedo, o maior sonho do político é ser Presidente da República. Como nada dura para sempre e só alcança os objectivos quem vai à luta, Manuel Fernandes encontra uma oportunidade de realizar os seus sonhos, para isso, é necessário muito trabalho para conquistar os eleitorados nas eleições de 2022.

Há cinco meses, Manuel Fernandes fez saber ao Factos Diários que a CASA-CE não tem motivos de permanecer na terceira posição uma vez que se trata de uma alternância política em Angola. “ A CASA é uma alternância política, por isso, vamos trabalhar para alcançar o poder em 2022”, fez saber. A família está expectante com o novo chefe da CASA pela sua dinâmica e por ser jovem.

Manuel Fernandes, torna-se no terceiro Presidente da Coligação, depois de Abel Chivukuvuku e André Gaspar Mendes de Carvalho, no meado no dia 09 deste mês, toma posse amanhã, pelas 10 horas na sede presidencial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »