MOVANGOLA condena actos que promevem violências, intolerância e ódios entre angolanos

Partilhe

No âmbito das jornadas patrióticas de exaltação ao líder da nação, João Manuel Gonçalves Lourenço, a Direcção Central do Movimento de Apoio Solidário de Angola,  MOVANGOLA, trabalhou hoje, 08, na província da Huíla onde foi realizada a marcha em apoio ao líder angolano.


Por Redação do Factos Diários

Durante a intervenção do Presidente da organização, António Alcino Sawanga, fez saber que o acto político de massas, procura manifestar vivamente o engajamento do MOVANGOLA, em nome da sociedade civil, procurando apoiar sem reserva o desempenho do Presidente da República, João Lourenço, no processo político e histórico da economina nacional, no combate contra a corrupção, nepotismo e outros males que enfermam a nossa sociedade.

O MOVANGOLA, em nome da sociedade civil organizada, reafirma o apoio incondicional do povo angolano de Cabinda ao Cunene, na expectativa de João Lourenço  continuar a dirigir os destinos do país.

“A sociedade civil condena todos actos de intolerância política, incitação ao ódio e a violência entre os angolanos, bem como, todo qualquer acto que ameaça a paz e estabilidade social, sendo que, o poder não se conquista por via de violência, mas sim por via de votos nas eleições”.

Sawanga acrescenta que “o alinhamento e foco do nosso executivo, liderado sabiamente por sua Excelência João Manuel Gonçalves Lourenço, demostra claramente a vontade política da realização das eleições gerais em 2022, neste sentido, afigura-se importante que cada cidadão proceda a actualização de registo eleitoral e escolher sabiamente aquele que esteve sempre connosco nos momentos difíceis”, rematou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Translate »