Meliantes tiram sono e liberdade aos moradores dos Distritos dos Mulenvos e Kima Kiesa

Partilhe

Moradores do Distrito Urbano do Mulenvo, Município de Cacuaco e Kima Kiesa Distrito pertencente ao Município do Cazenga, queixam-se da falta de segurança e que os meliantes tomaram o poder no olhar silencioso dos agentes da Polícia Nacional. As informações foram avançadas esse mês quando a nossa equipa efectuava a ronda nas localidades acima referidas.

Por Isidro Kangandjo

Nos últimos dias, tem surgido vários grupos de marginais cujos integrantes têm idades compreendidas entre 14 e 20 anos de idade praticando assaltos em plena luz do dia e luta entre grupos. 
o que preocupa os moradores é que em vários casos as operações são feitas próximo das esquadras e Brigadas móveis, infelizmente, os agentes não reagem com o medo de colocar em perigo as suas vidas.

Nos Mulenvos de Baixo, quando tocam 22 horas ninguém entra e ninguém sai, salvo quando esse cidadão se sente preparado para se tornar vítima dos delinquentes. “Já perdi 20 mil kwanzas e um telemóvel que continha todo o meu trabalho por volta das 22:00 já perto de casa. O que deixa preocupado é que eles conseguem armas com maior facilidade. O que nos preocupa é a inexistência da Polícia Nacional nosso Distrito”, disse um dos estudantes universitário residente nos Mulenvos.  

Mais de 12 mil crimes registados em seis meses – Novafrica
Imagem tirada pela internet

No bairro belo monte, os meliantes utilizam motorizadas se falsando de moto-táxis para desviar passageiros. As 17 horas, os moradores preferem caminhar a pé para não se tornarem vítimas dos homens do mal, nesta zona, segundo os mesmos, havia uma esquadra móvel que infelizmente ficou danificada.

Já no Município do Cazenga, Distrito do Kima Kiesa, os meliantes usam armas brancas e revolveres para praticar as suas ações o mais perigoso chama-se “Cinqueira da fruta”. Segundo os moradores do bairro Terra Vermelha do Cazenga, o jovem tem infernizado a vida de quem lá vive ou visita. Por duas vezes já ficou preso mas nunca ficou mais de 5 meses na cadeia e questionam as causas que levam o homem mais perigoso em liberdade. 

Várias vezes, os moradores arriscam as suas vidas para salvar as vítimas porque a Polícia tarda chegar. “O trabalho da Polícia é péssimo. Já mandamos várias denúncias, infelizmente nunca fomos respondidos, aqui os assaltos não têm horas. A Polícia por perto não consegue fazer nada”, lamentaram.

O sociólogo José Lourenço, avança que o índice de desemprego, pobreza extrema, exclusão social e falta de oportunidades a vários jovens que não tiveram acompanhamento familiar pela ausência da responsabilidade dos progenitores, está na causa do aumento da criminalidade no país.

1 thought on “Meliantes tiram sono e liberdade aos moradores dos Distritos dos Mulenvos e Kima Kiesa

  1. Verdadeiramente lastimável !!! Responsabilidade de quem governa o país há quase meia década. Imperativo que haja alternância por forma a que se renove novas esperanças para Angola.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »