Grupo Castel Angola fornece garrafas de bebidas com lixos

Partilhe

A equipa de reportagem do Factos Diários, trabalhou durante dois dias nos estabelecimentos comerciais de cervejas com maior realce nos municípios de Cacuaco, Kilamba Kiaxi e Cazenga para apurar reclamações dos últimos consumidores.


Por Redação do Factos Diários

Nas empresas como Lança Flor em Cacuaco e VSP no Kilamba Kiaxi, foi possível constatar no interior das garrafas de Cuca, Nocal e Eka objectos como caricas, postiço, pacote de Whisky e baratas. Segundo os estivadores, disseram ao Factos Diários que em cada duas mil e 100 grades, aparece pelo menos 40 garrafas com os objectos acima referidos.

“Custa acreditar que o grupo Castel tem apostado seriamente na higiene das garrafas de bebidas sobretudo a Nocal, Eka e Cuca porque há muito lixo”, avançou o senhor Victorino de Almeida, estivador há 10 anos na empresa Manico e Manico que fornece bebidas em Luanda e Malanje.

Por questões de segurança e o controlo máximo dos produtos naquelas empresas, não fomos autorizados levar as garrafas como prova, mas um dos gerentes das empresas cervejeiras que preferimos não avançar a sua identidade, confirmou que o assunto já é do conhecimento das fábricas de cerveja na Cuca, Nocal e Bom Jesus.

Alguns consumidores de cerveja, abandonaram a marca e alguns preferem bebidas em lata porque temem consumir algo que não faz bem a saúde. O Grupo Castel Angola, é o maior produtor de bebidas e refrigerante no país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »