Funcionários da Despertar marcham hoje para exigir os três meses sem salário

Partilhe

Funcionários da Rádio despertar pertencente ao maior partido na oposição, UNITA, vão hoje, 29, realizar uma marcha das instalações da Rádio até a presidência do partido distrito da Maianga.


Por Redação 

Desde o mês de julho, os profissionais da Rádio Despertar não vejam a cor do dinheiro e, a entidade empregadora alega a falta de verbas para atender os profissionais. Uma conta feita recentemente ao Factos Diários, a UNITA factura mais de dois mil milhões de kwanzas em três meses. O cálculo foi protestado a um dos dirigentes do partido alegando que a conta trimestral pode chegar nos quatro mil milhões de kwanzas.

Uma fonte ligada ao sindicato da Rádio Despertar, avança que um dos Vice-presidente da UNITA é também o financeiro, por isso, tem criado transtorno em resolver os problemas que assolam os funcionários daquela rádio.
Assunto em atualização

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Translate »