Ernesto Yamba Yamba garante que Huambo pode conhecer momentos piores

Partilhe

O empresário Ernesto Yamba Yamba disse na manhã, de segunda-feira, 08 de Março, que os Huambuenses podem conhecer momentos menos bons por causa da chuva que nega cair desde o ano passado. Falando ao Factos, o empresário entende que aqueles que dependem 100% da agricultura poderão conhecer momentos cruéis das suas vidas.


Por Isidro Kangandjo

Os produtos do campo, sobretudo o milho e o feijão, ficaram completamente destruídos nas lavras por falta da chuva. Os agricultores aguardavam o fim de Fevereiro ou o começo de Março com muita chuva, um desejo que não chegou a ser cumprido. A falta de chuva fez com que os produtos do campo nos mercados formais e informais subissem de preço de forma assustadora.

“A chuva que vai cair daqui em diante serve apenas para dar água às cachimbas e nos riachos para as pessoas beberem e não para produzir produtos do campo. Para nós, agricultores, a chuva só tem importância nos meses de Janeiro até a primeira semana de Março. Durante este período, não está a chover e isso significa que só vai sobreviver pessoas que trabalham no Estado, mas também elas encontrarão muitas dificuldades por falta do poder de compras. A cesta básica sobretudo «Mande in Angola» subiu de forma assustadora”, disse o empresário.

O empresário e palestrante motivacional pede para que o governo central crie políticas urgentes para prevenir coisas piores que podem acontecer na província do Huambo. Ernesto Yamba Yamba fez saber, recentemente, que ausência da chuva na província do Huambo causou o aumentou de mendigos na terra da “Rainha do Milho de Angola”.

No total de mais de 2,5 milhões de habitantes que a província tem, 80% ou mais dependem da agricultura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »