Como Bessa terá saqueado o Cuando Cubango em apenas dois anos?

Partilhe

O Governador cessante da província do Cuando Cubango, Júlio Bessa,  nomeado em 2019  através do Decreto Presidencial nº 245/19 de 29 de Julho, é acusado pela sociedade civil de ter criado esquema de enriquecimento injusto e abuso do poder que resultou supostamente no saque da coisa pública.


Por Redação do Factos Diários

Membros da sociedade civil e em particular a esfera de magistrados no Cuando Cubango, há uma vil vontade de investigar o agora exonerado Governador do Cuando Cubango e sua equipa por causa das obras milionárias e cedências feitas durante a sua governação. Júlio Bessa, é apontado de ter cedido, por via de tráfico de influência e corrupção, várias obras do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios, PIIM, com valores astronômico às empresas de sua conveniência.

A fonte que preferiu no anonimato, fez saber que o concurso público realizado para as obras do PIIM foi uma “faxada” porque, segundo conta, o real concurso terá sido realizado no Gabinete do actual Vice-governador do Cuando Cubango, Antas Miguel, “que concentrou todos os projetos do PIIM em seu Gabinete retirando-os das Administrações Municipais”.

Como forma de se livrar dos pecados, Júlio Bessa é apontado de ter vindo a atacar, por via da sua equipe de marketing liderada pelos seus assessores identificados por Sebastião José e Júlio Kamgombe, a figura do novo Governador, José Martins, pelo mesmo conhecer bem os projectos e acções maléficas e criminosas do cessante governador.

Júlio Bessa é apontado de ter cedido há uma empresa o contrato de electrificação de alguns bairros paro o seu amigo vindo da província do Huambo, desviou naturezas orçamentais para uma associação de pesquisa da fauna e flora cerca de 40 milhões de kwanzas e duas viaturas Land-Cruise HZ , “enquanto o principais bairro de Menongue não tem água e luz”, disse.

A nossa equipa foi informada, também, que a construção de dois campos de futebol de relva sintéctica, um, no bairro Chipeio, um deles já existe e com pagamento  também já efectuado a uma empresa local com uma percentagem  de 40% e o outro campo está sob responsabilidade do Omatapalo, avaliado em  kwanzas 3.592.927.865,36, com uma capacidade para 400 lugares.

 Quanto aos volores destinados a electrificação de alguns bairros, três já estão eletrificados e suspeitam que o outro orçamento visou apenas tornar rico antigo número um do Cuando Cubango.

 “Nestes últimos dias, está se assinar contratos de noite no governo, mesmo depois da exoneração do Governador”, disse uma fonte bem posicionada do Governo Provincial do Cuando Cubango.

Algumas empresas que possivelmente pertence a pessoa próxima de Júlio Bessa, constam a Cedália e a organizações Maestiza, Comércio geral e prestação de Serviço.

Activistas informam que a falta de transparência na gestão da coisa pública e a subfacturação, fez com que o político fosse excluído do Secretariado do Bureau Político do MPLA suspender todas as movimentações políticas que visavam a recondução de Júlio Bessa, ao cargo de Primeiro Secretário do partido naquela província. A fonte da VOA, que falou na condição de não ser identificada, precisou que a decisão de suspender a candidatura do primeiro secretário provincial resultou de uma recomendação do grupo de acompanhamento do partido àquela província “que entendeu conveniente não reconduzir Júlio Bessa”.

Uma fonte próxima da equipa de assessoria de Júlio Bessa que negou se identificar e gravar a entrevista,  negou todas as acuções. Quanto aos campos, a pessoa ligada ao Júlio Bessa,  explica que há documentos que contam como foi retirado a empresa anterior para se colocar o actual na construção de campos e acrescenta que não ouve nenhum contracto das obras ligadas ao  PIIM  que visou favorecer amigos.

A fonte negou fornecer os contactos de Júlio Bessa e de Antas Miguel por orientação dos mesmos.

Sobre o assunto, prometemos trazer mais dados nas próximas edições diárias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »