CACUACO: mais de 100 funcionários da administração aguardam pelo salário há 30 meses

Partilhe

Mais de 100 funcionários da administração municipal de Cacuaco em regime de contrato, soma este mês trinta meses sem receber os seus ordenados. Para evitar a pressão, o Administrador Auxílio de Oliveira Jacob, silenciou os representantes que defendiam os direitos colectivos.


Por Isiro Kangandjo

“Já estamos acima dos 30 meses de salário em atraso. A situação está mesmo apertada para o nosso lado. Não há nem uma informação sobre o caso”, lamentou um dos funcionários. A tempo, os trabalhadores foram informados através de pessoas amigas do Governo Provincial de Luanda que a dívida foi transferida para a dívida pública.

Procuramos saber da administração se há novidades sobre a nossa situação, infelizmente e, neste momento, tememos que a nossa dívida seja esquecida. O mais grave é a idade que está a ir e ainda não fizemos nada para estabilizar as nossas vidas por falta de recursos que o Estado não paga”, lamentaram os trabalhadores.

O Factos Diários foi igualmente informado que os responsáveis dessa mesma comissão de negociação e que agora foram chamados para exercerem cargos de chefia, constam os nomes de Miguel Quimbenza que exerce uma função no Distrito Urbano do Kicolo e Fernando Engenheiro para o Cargo de Director Municipal de Energia e águas de Cacuaco. Depois de alcançar autoridade, os homens que eram considerados da linha da frente ficaram no silêncio.

PUBLICIDADE NO FACTOS DIÁRIOS

PUBLICIDADE NO FACTOS DIÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »