CAÁLA: Malária mata mensalmente 93 crianças

Partilhe

Directora da maior unidade hospitalar da Caála Beatriz Kanguelengue, que falava à margem de uma campanha de doação de sangue promovida pela administração municipal, o elevado índice da mortalidade infantil está ligado a negligência dos progenitores, que encaminham os seus filhos ao tratamento depois da doença agudizar.


Por Redação do Factos Diários

Pelo menos, três crianças morrem diariamente, no hospital municipal da Caála, província do Huambo, vítimas de malária, informou essa semana à ANGOP, a responsável da instituição sanitária, Beatriz Kanguelengue. Num calculo feito pelo Portal Factos Diários, só a malária, mata mensalmente naquele município 93 crianças.

Disse que das 300 crianças internadas, nesta altura, 267 estão com malária e anemia severa, com uma média diária de 40 hemotransfusões. Beatriz Kanguelengue referiu tratar-se de crianças das comunas da Catata, Cuima, Calenga (Caála) e dos municípios da Ecunha e Longonjo, além de zonas circunvizinhas das províncias de Benguela e da Huíla.

Face à situação, a responsável disse que as autoridades sanitárias do município da Caála têm estado a sensibilizar a população, através de palestras sobre os cuidados primários de saúde, com foco na redução da taxa de mortalidade.

Informou que nas campanhas de sensibilização, muita das vezes suportadas com a doação de sangue, têm estado a contar com a colaboração dos partidos políticos, das igrejas, organizações não governamentais, autoridades tradicionais e outras instituições público/privadas.

A propósito, um grupo de funcionários da administração municipal, encabeçados pelo administrador da Caála, Rubém Isaías Etome, deslocou-se para a unidade sanitária com a doação de doze litros de sangue

Na ocasião, a administradora adjunta desta municipalidade pela área Social, Política e das Comunidades, Umbelina Maria, disse que o foco da doação serviu é reduzir a carência com que se debate o hospital municipal, numa altura em os casos de malária tendem a aumentar.

O hospital municipal da Caála, criado em 1970, presta serviços em várias especialidades, entre as quais pediatria, obstetrícia, estomatologia, nutrição, hemoterapia, ginecologia, cirurgia, saúde mental, oftalmologia, ortopedia, cirurgia e otorrinolaringologia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Translate »