APARELHO DE TAC JÁ EM FUNCIONAMENTO NO HOSPITAL PROVINCIAL DE CABINDA

Partilhe

A área de imagiologia do hospital provincial de Cabinda está agora melhor servida. Foi instalado um parelho de TAC, colmatando assim, a lacuna que se fazia sentir na unidade sanitária.


Por Afonso Eduardo

O equipamento já em funcionamento, foi cumprimento de uma promessa feita pelo Presidente da República, João Lourenço, depois de ter constatado a sua inexistência na última visita que efectuou à província.

Na manhã da passada quinta-feira, o Governador Marcos Nhunga visitou o hospital e ficou encantado com as mudanças no atendimento aos utentes e nos novos meios colocados à disposição dos técnicos. O Governador de Cabinda, foi também ver as condições criadas para descongestionar a pediatria, que antes na mesma cama eram internadas duas a três crianças.

O cenário pertence ao passado, pois a nova área, com capacidade para 40 camas, aliviou o drama que viviam os doentes e o corpo clínico. A zona extensiva da pediatria do hospital provincial possui também uma área de recreação com brinquedos e outros meios de diversão para os mais pequenos.

“A nossa preocupação é melhorar cada vez mais os serviços nas nossas unidades sanitárias. Não resolvemos na totalidade o problema das enchentes na pediatria, mas minimizamos. Vamos continuar nessa senda, para que as nossas populações sintam os efeitos do trabalho que estamos a fazer nos hospitais e postos sanitários”, disse o Governador no final da visita ao maior hospital da província. Marcos Nhunga foi ver também o estado actual dos hospitais 28 de Agosto e Santa Catarina. “ Que mudança! Há três meses era vergonhoso vir para aqui. Hoje estamos honrados. Estão de parabéns a nova Direcção da Saúde e os profissionais. Continuem a trabalhar e não dêem ouvidos às calúnias e aos insultos”. Encorajou o Governador.

O trabalho de modernização das unidades sanitárias é coordenado pelo Vice-Governador para o Sector Político e Social, Miguel dos Santos Oliveira. O também médico de profissão, disse que as mudanças também estão em curso nas demais unidades sanitárias, nos quatro municípios da Província.

“Estamos a criar bancos de urgências de facto, em vários hospitais, para um atendimento de qualidade. Esse processo abrange os 4 municípios. No Belize por exemplo, estamos a reabilitar o hospital municipal, terá novos equipamentos e novos serviços. Paulatinamente, faremos com que a nossa população deixe de ir aos Congos procurar serviços que hoje não temos.” Rematou o governante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »