Empresa Jotraken-investiment promete apoiar no desenvolvimento cultural, científico e tecnológico dos africanos

Partilhe

A empresa Jotraken-investiment, promoveu hoje, 3, em Luanda, a primeira edição da Expo- África, no intuito de promover a filosofia deixada pelo então líder fundador da igreja Kimbanguista, Simão Kimbangu. A filosofia consiste na promoção de todos ideais que garantem a promoção do pensamento individual e colectivo dos africanos.


Por Mateus Bazonga

Segundo o Director geral da empresa em referência, João Rocha Neto, esta iniciativa está na base de congregar todo os projectos, ideias relacionadas com o desenvolvimento cultural, científico e tecnológico dos africanos.

“Nós constatamos que África é um continente muito rico em recursos, mas o seu povo até hoje continua muito pobre. A razão disto, é a falta de conhecimento de nós pegarmos os nossos recursos e transformá-los em riqueza. Constatamos, também, em vários eventos que nós já realizamos, existem cá em Angola e em África em geral ideias brilhantes que podem servir de base de forma a puder ter o conhecimento necessário para transformar os recursos que temos em riqueza” considerou.

No final, João Neto, deixou o seu Slogan: “Nós não conseguiremos ser alguém no mundo se formos ninguém em nós”.

Quem não deixou de falar foi o convidado honrado escritor e Ministro da justiça e dos Direitos humanos, Francisco Queiroz, que sentiu-se congratulado pela iniciativa da empresa.

“Fui convidado e como eu escrevi uma obra que trato de África aqui há cinquenta anos estou aqui com muita honra a participar, toca exactamente sobre os ideais desta exposição” disse.

Novo sistema de pensamento africano moderno-vulgo Mandombe, é a iniciativa do expositor Sebastião António Macadilo, que ressaltou a importância da escrita citando vários cientistas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »